Portugal

“ORA POIS!”, que iremos falar dos nossos “descobridores” ou nossos “primos europeus”! Portugal não parece com o Brasil só na língua, mas somos parecidos também em muitas matérias de Gole & Gula. Por conta da nossa colonização ser portuguesa, muitos dos seus pratos tradicionais são conhecidos nossos, mas também o inverso ocorre e algumas coisas daqui você encontra “facilmente” por lá (como a coxinha!), mas vamos falar de tudo com calma, não é mesmo?

GG_Portugal_06

Acho que para falar de Portugal, temos que ir para o assunto vinho. O vinho português é bem saboroso e é o acompanhamento de gole mais comum em todo o país. Seja no almoço, em um lanche da tarde ou no seu jantar, você irá pedir o vinho e se deliciar com o sabor e harmonização de tudo. Para os glutões (como eu) que não conhecem muito do assunto, a pedida é sempre focar no vinho da casa. Pelo preço, pelo sabor e pela qualidade. Afinal, o restaurante não vai servir porcaria para seus fregueses né? Até hoje o glutão aqui se lembra de alguns vinhos saboreados com pratos de polvo ou bacalhau e sonha em um reencontro viu? O vinho é perfeito e vem na quantidade que você quiser. Copo, meia jarra ou o litro. Claro que o glutão aqui ia ao litro, pois afinal de contas, temos sede e Portugal ficou ainda mais quente hehehehe…

GG_Portugal_01

GG_Portugal_02

Mas não apenas o vinho é tradicional por lá. A ginja (que é um licor a base de… GINJA), é bem tradicional e praticamente em todas as cidades que você visitar, verá uma loja vendendo a dita cuja. Uma das mais tradicionais de Portugal é a “Ginjinha Espinheira”. Uma dica de glutão: Geralmente as lojas vendem a ginja em um copo de chocolate. Parece muito bacana, muito agradável, porque além de beber a ginja, você come o copo! Porém, não caia nessa! Afinal de contas, o copo é menor e por ser de chocolate, cabe menos licor. Logo, glutão curte quantidade e pode até beber uma para experimentar, mas sempre peça no copo normal e apenas com 2 ginjas (senão ele também enche o copo do fruto e  fica quase sem líquido!).

GG_Portugal_05

Você deve estar perguntando: Quando o glutão vai falar do Vinho do Porto? AGORA! O vinho do Porto é um dos vinhos mais conhecidos do mundo. O interessante é que ganha este nome por ser o local de exportação do vinho, visto que a região de Porto não produz nada. O vinho é feito na região do Douro, cerca de 100km de Porto e armazenada em Gaia (cidade ao LADO de Porto). Mas chega de história né? Um bom passeio, caso você esteja na região do Douro, é visitar as plantações (porque é um tipo de plantação de uva diferente da tradicional), mas caso você esteja em Porto, cruze o Rio, vá até Gaia e saboreie em alguma das Caves a história e alguns vinhos. É um passeio bom (não maravilhoso), pois por um preço geralmente pequeno (cerca de EUR5 a EUR10) você conhece a história, produção e faz a prova de 3 ou mais tipos de vinhos do porto. Em Porto existem pequenas lojas (tipo mercearias) que vendem diversos tipos do Vinho do Porto (logicamente os mais famosos são caros) e você pode escolher um e bebericar nas suas andanças.

GG_Portugal_03

GG_Portugal_04

O problema é que se você só beber, pode acabar passando mal né? Mas em Portugal é quase impossível comer mal. Fartura e bons pratos estão no sangue daqueles glutões e você vai ficar satisfeito com a oferta de comida. Claro que o prato mais conhecido de lá é o Bacalhau. Servido de diversas maneiras, é certeiro no sabor. Seja no forno, seja em posta, seja até cru (brincadeira!!!!), o Bacalhau é a comida que você DEVE experimentar por lá. Nada caro como no Brasil, lá você encontra bons restaurantes que servem um bom prato (diga-se grande!) por um preço BEM tranquilo de se pagar (algo próximo de R$25). Não se assuste com os restaurantes de Portugal, pois muitos deles (e os mais tradicionais) são como pequenos botecos, onde os fregueses podem até comer em pé, no balcão ou divindo uma mesa com ‘desconhecidos’. Outra maravilha que você encontra em Portugal é o polvo, que é um dos pratos prediletos do glutão aqui. Grelhado, ensopado ou feito com arroz, o sabor é praticamente divino e você vai se sentir o mais poderoso dos glutões do mundo. Novamente o preço bem abaixo do esperado.

GG_Portugal_07

GG_Portugal_08

GG_Portugal_13

Mas não só de peixe e frutos do mar vive o Português né? Na região de Évora (cerca de 1h30 de Lisboa), o prato tradicional é porco e é servido em cubos, frito em um molho meio apimentado e batata. Tudo em Portugal parece ter batata. Outra opção é a alheira, uma espécie de linguiça tipicamente portuguesa, que é feita com frango, porco (e algumas partes exóticas como a barriga CRUA) e tudo BEM temperado. Exótico ou não, o prato é saboroso e geralmente é servido com arroz, ovo e tudo mais que glutão gosta. Outro prato típico fora frutos do mar é a Francesinha, em Porto. Sério, prove! É um pão de forma grande, recheado com o que você imaginar (tem uns 6 tipos para escolher) e coberta de queijo, parecendo uma lasanha. O prato é tão típico que existe concursos anuais onde revistas especializadas votam na “Melhor Francesinha”. Surreal não? Existem outras coisas também, como Caldo Verde, algumas outras carnes e se a gente ficar aqui escrevendo sobre comidas típicas, o mundo vai explodir e a gente não vai ter chego à metade… Acredito que os principais (e os experimentados, isso é importante) estão aqui!

GG_Portugal_12

GG_Portugal_09

GG_Portugal_10

Partindo para os doces você tem uma boa variedade de doces folhados. Queijadinhas, travesseiros e os mais-do-que-famosos “Pastéis de Belém”. Um pastel de Nata, que tem a sua receita secreta e apenas 7 pessoas no mundo tem o modo de preparo. Saboroso e no ponto, um dos lugares de parada obrigatória em Lisboa.

GG_Portugal_15

GG_Portugal_16

GG_Portugal_17

Para finalizar, o que falei no primeiro parágrafo é real. Em Portugal você vai encontrar coxinha, croquetes, risoles e afins como no Brasil. Em quase qualquer padaria – ou coisa-que-valha – você vai ter essas opções, mas um aviso sensacional: TUDO (eu disse TUDO) é servido FRIO. Eles fritam e colocam na geladeira, depois de um tempo é que “está pronto para servir!”. Sério. Triste, mas real… A sorte que o hotel que fiquei tinha micro-ondas, assim eu pedi o meu café da manhã no boteco, voltei e esquentei! Foi um jeito de matar as saudades do Brasil…

GG_Portugal_14

Todas as fotos foram tiradas por Matheus Monteiro em 2012. Cópia ou reprodução proibida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *